No livro do Chico
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No livro do Chico

OLHA SÓ...

Edison Veiga

31 Outubro 2016 | 00h01

Foto: Ernesto Rodrigues/ Estadão

Foto: Ernesto Rodrigues/ Estadão

Em ‘O Irmão Alemão’, seu quinto e mais recente romance, Chico Buarque recupera cenas de uma São Paulo em que ele passou a infância e parte da juventude. Entre os lugares citados no livro estão a Rua Henrique Schaumann, em Pinheiros; o Teatro Record, que, de 1959 a 1969, funcionou na Rua da Consolação, na região central; e o bar Riviera, que havia fechado suas portas em 2006 até ressurgir, remodelado, em 2013.

Confira um trecho do livro, lançado há dois anos: “Tomo o táxi no ponto, e o chofer é um japonês que guia feito um desatinado, pega várias contramãos até o centro, dispara até a Consolação, sobe rasante ao cemitério com a buzina solta, e na esquina da Avenida Paulista lhe peço que espere um minuto, para eu comprar cigarros no Riviera.”

Mais conteúdo sobre:

São PauloLiteratura