Muito antes do Itaquerão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Muito antes do Itaquerão

Edison Veiga

18 Março 2014 | 00h56

FOTO: EDUARDO NICOLAU/ ESTADÃO

A Fifa era bem mais light nos preparativos para a Copa de 1950. Em vez de um caderno de encargos com 420 páginas, exigia apenas que os estádios tivessem arquibancadas para, pelo menos, 20 mil torcedores, alambrados, túneis ligando os vestiários ao gramado e cabines para imprensa e autoridades. O Pacaembu, inaugurado dez anos antes e com capacidade, na época, para 70 mil pessoas, foi a sede paulistana.

O estádio municipal passou por reformas, é verdade. Por causa da Copa, a prefeitura fez o calçamento em seu entorno – em dias de chuva, ali formava muita lama. Também foram abertos dois novos portões e construído um ambulatório médico.

Na Copa de 1950, o Pacaembu foi palco de seis partidas, entre elas o segundo jogo da seleção brasileira – Brasil 2 x 2 Suíça, em 28 de junho daquele ano. Também jogaram ali Suécia e Itália (3 x 2); Itália e Paraguai (2 x 0); Uruguai e Espanha (2 x 2); Uruguai e Suécia (3 x 2); e Suécia e Espanha (3 x 1).

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 14 de março de 2014

Tem Twitter? Siga o blog

Mais conteúdo sobre:

FutebolPacaembuSão Paulo