Mão na massa
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mão na massa

Marcenaria: bancos novos, sob supervisão

Edison Veiga

05 Dezembro 2016 | 13h21

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Desde setembro, um grupo de 16 detentas (em regime semiaberto) está deixando o Parque da Água Branca, na zona oeste da cidade, mais bonito. Graças a uma parceria firmada entre as secretarias estaduais do Meio Ambiente e de Administração Penitenciária, as reeducandas estão trabalhando diariamente no espaço verde.

Ali, elas têm uma rotina de atividades que vai desde alimentar os animais – frangos, patos, marrecos, gatos e um pavão – até pequenos consertos nos gradis de madeira das trilhas do parque e nova pintura nas guias das calçadas. Elas também são responsáveis por manter os recipientes de água dos bichos.

O projeto inclui a participação delas nos serviços de marcenaria – a oficina da Água Branca foi reaberta. Assim, sob a supervisão de um marceneiro, as detentas estão produzindo novos bancos para o parque, além de uma casinha para os pombos.

Com um detalhe: toda a madeira utilizada é oriunda de apreensões policiais – são cedidas pelo Instituto Florestal do Estado.

Mais conteúdo sobre:

São PauloParque da Água Branca