Livros para jovens
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Livros para jovens

Edison Veiga

22 Abril 2014 | 00h06

FOTO: EVELSON DE FREITAS/ ESTADÃO

Com um método diferente, que pede a participação do público desde a concepção do espaço, o Instituto Brasil Leitor (IBL) começa neste ano a instalar suas “bibliotecas jovem” – dirigida a um público de 6 a 17 anos de idade. Ainda neste semestre, devem ser inauguradas as duas primeira unidades, em uma escola pública de Votuporanga, no interior do Estado, e na Fundação Casa da Vila Guilherme, na capital paulista.

“Esse formato foi desenvolvido com muita pesquisa, nos dois últimos anos”, conta a diretora do IBL, Ivani Nacked. O acervo vai ter uma pegada pop. Serão 800 livros – entre os quais, obras sobre esporte, moda, gastronomia… – ao lado de itens como jogos de tabuleiro e instrumentos musicais. Tudo para despertar a criatividade. “Queremos tirar o endeusamento do livro e entender o ambiente da biblioteca como algo mais holístico”, explica Ivani. Uma biblioteca dessas custa cerca de R$ 220 mil. A de Votuporanga foi adquirida pela Prefeitura. A da Fundação Casa será viabilizada em parte pelo próprio IBL, em parte por patrocinadores.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 18 de abril de 2014

Tem Twitter? Siga o blog

Mais conteúdo sobre:

CulturaEducaçãoSão Paulo