Exóticas e abundantes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exóticas e abundantes

OLHA SÓ...

Edison Veiga

18 Setembro 2017 | 02h29

Foto: JF Diorio/ Estadão

Na pequena e pouco densa floresta urbana que permeia a ‘selva de pedra’ chamada São Paulo, o que mais tem são espécies exóticas. “É um contrassenso”, afirma o botânico e paisagista Ricardo Cardim. “Vivemos no País de natureza mais rica e 90% da nossa vegetação urbana é importada.”

Entre as espécies espalhadas por calçadas, canteiros, praças e parques, a mais comum é a tipuana. “Aqui em São Paulo, elas foram muito plantadas até a década de 1970. Muitas, aliás, já são bem velhinhas, com 60, 70 anos de idade”, diz o especialista. A tipuana é originária da Bolívia e da Argentina.

Mais conteúdo sobre:

São PauloFloraNatureza