Em cartaz, a ‘Revolução Esquecida’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em cartaz, a ‘Revolução Esquecida’

Conflito que bombardeou São Paulo por 23 dias é tema de peça teatral que estreia nesta quinta (10)

Edison Veiga

08 de dezembro de 2015 | 13h32

Foto: Acervo Estadão

Foto: Acervo Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Em 1924, descontentes com a crise econômica e a concentração de poder nas mãos de políticos paulistas e mineiros, militares organizaram um levante. Chamado de ‘Revolução Esquecida’, o episódio resultou em 23 dias em que a cidade de São Paulo foi alvo de artilharia pesada e aviões bombardeiros. Bairros como Mooca, Brás e Perdizes foram os mais atingidos.

Esta história inspirou o grupo teatral Cia Ocamorana de Teatro. Na quinta (10), estreia no Sesc Belenzinho a montagem ‘1924 – A Revolução Esquecida’, com cinco atores e três músicos reconstituindo momentos do conflito que teria atingido mais de 700 mil pessoas.

“Procuramos suscitar no espectador um juízo crítico frente um acontecimento real, buscando narrar os fatos da forma mais próxima possível de como ocorreram. Registros e documentos históricos são usados no texto como fala ou argumentação das personagens”, explica o diretor Márcio Boaro.

1924 – A REVOLUÇÃO ESQUECIDA – Estreia dia 10 de dezembro no SESC Belenzinho.
Temporada: De 10 a 20 de dezembro. Quinta a sexta, às 21h30. Domingo, às 18h30.
Sala de Espetáculos I. Capacidade: 110 Lugares.
Duração: 90 minutos. Classificação etária: 14 anos.
Ingressos à venda pelo Portal Sesc SP e nas unidades. R$ 20,00 (inteira); R$ 10,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante); R$ 6,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes).

Tudo o que sabemos sobre:

CulturaHistóriaSão PauloTeatro

Tendências: