Do shopping para as hortinhas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Do shopping para as hortinhas

Edison Veiga

31 de dezembro de 2012 | 00h48

MEIO AMBIENTE

Depois de criarem duas hortas urbanas comunitárias na cidade – uma na Praça das Corujas, entre as vilas Madalena e Beatriz, outra na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista – o grupo de “agricultores voluntários” firmou uma interessante parceria com um projeto do Shopping Eldorado. Desde o mês passado, as duas hortas utilizam como adubo o composto orgânico gerado com resíduos da praça de alimentação do shopping. O processo é detalhado em www.projetocompostagem.com.br. E a parceria não se limita ao fornecimento de adubo: agrônomos do projeto também dão assistência técnica às hortinhas comunitárias.

A horta da Praça das Corujas foi inaugurada em setembro. A da Paulista, no mês seguinte. A iniciativa partiu de 12 voluntários, engajados em questões ambientais e de sustentabilidade. A maioria tinha experiência com hortas urbanas – ao menos, uma plantaçãozinha de temperos no quintal. Conheciam-se apenas pelo Facebook, por meio do grupo Hortelões Urbanos, que existe desde julho de 2011.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 17 de dezembro de 2012

Tem Twitter? Siga o blog

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.