As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De salão de hotel a espaço cultural

Edison Veiga

08 de abril de 2011 | 08h10

TODO MODERNOSO
FOTO: DIVULGAÇÃO

Ali na Praça Ramos de Azevedo, pertinho do Teatro Municipal, funcionava o Esplanada, inaugurado em 1923 como o mais elegante hotel de São Paulo. Desde os anos 1960, o prédio abriga a sede da empresa Votorantim. Há quatro anos, os arquitetos do escritório Metro foram lá chamados para projetar uma área de exposições.

“Vimos um salão no térreo, provavelmente uma área de serviço do antigo hotel, que era usada como setor de arquivo morto pela Votorantim”, conta o arquiteto Martin Corullon, um dos responsáveis pela obra. “Era uma área incrível (de cerca de 600 metros quadrados) e fizemos uma intervenção forte.”

Em 2008, era aberto o Espaço Votorantim, que consumiu investimentos de R$ 1,5 milhão e conta, por meio de documentos textuais, fotos, vídeos e livros, um pouco da história industrial do Brasil. Com agendamento prévio, é possível visitar o endereço gratuitamente. Os telefones são (11) 2159-3297 ou (11) 3224-7070. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 10 horas às 16h30.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 4 de abril de 2011

Tem Twitter? Siga o blog

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: