Começam estudos para a transferência da Ceagesp
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Começam estudos para a transferência da Ceagesp

Termo de cooperação vai ser assinado nesta sexta; ideia é levar o entreposto para as margens do Rodoanel e transformar terreno, na valorizada zona oeste de São Paulo, em bairro de uso misto

Edison Veiga

07 Maio 2015 | 14h36

Foto: Daniel Teixeira/ Estadão

Foto: Daniel Teixeira/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Na tarde desta sexta, 9, a Ceagesp começa a se preparar para deixar o terreno de 700 mil metros que ocupa na zona oeste da cidade. Isto porque deve ser assinado, no Edifício Matarazzo, sede do Executivo paulistano, um termo de cooperação entre a Prefeitura de São Paulo, os ministérios da Agricultura e do Planejamento e a direção da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). (ATUALIZAÇÃO: A assinatura do termo de cooperação, que ocorreria nesta tarde, foi adiada devido a problemas na agenda de um dos participantes; nova data deve ser definida.)

O acordo marca o início dos estudos de viabilidade para a transferência do complexo.”Esse levantamento é que servirá, entre outros pontos, para avaliar possíveis novos locais e também para uma noção dos custos envolvidos na transferência”, diz nota divulgada recentemente pela Ceagesp em seu site oficial.

Prefeitura vê entreposto como obstáculo na região

O prefeito Fernando Haddad (PT) já manifestou sua vontade de que a área ocupada pelo entreposto possa receber ação de desenvolvimento urbano, com criação de bairro de uso misto. Em estudos já realizados, a Prefeitura aponta que a Ceagesp é “o maior entrave ao desenvolvimento da região oeste” e sua transferência para uma região periférica da cidade – muitos acreditam que o melhor seria às margens do Rodoanel Mário Covas – deve reduzir consideravelmente o tráfego de caminhões no centro expandido.

Empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, a Ceagesp é o maior entreoposto comercial da América Latina – em volume de vendas. Em abril, a companhia foi retirada, pelo governo federal, do Programa Nacional de Desestatização.

Terreno valeria R$ 3 bilhões

O entreposto ocupa terreno em Zona Predominantemente Industrial (ZPI), no bairro da Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo. A Prefeitura pretende reclassificar o zoneamento do local, possibilitando, no futuro, que ali sejam instaladas moradias, equipamentos públicos e construções não residenciais – um projeto nesse sentido deve ser encaminhado em breve à Câmara. Estima-se que o valor do terreno seja atualmente R$ 3 bilhões.