Com uma ficção fortemente ligada aos temas da cidade, repórter do ‘Estadão’ lança livro amanhã
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com uma ficção fortemente ligada aos temas da cidade, repórter do ‘Estadão’ lança livro amanhã

Edison Veiga

10 de maio de 2013 | 22h01

É o dilema daquela propaganda de bolacha. Artur Rodrigues arranca boa literatura dos espaços e fatos urbanos – Praça Roosevelt, metrô, PM amigo de traficante – porque é um baita jornalista, desses que sacam o mundo com sagacidade, espontaneidade e agilidade? Ou ele faz jornalismo de primeira linha justamente pela sua habilidade em enxergar e relacionar personagens, coisas e enredos, de modo que o real encha as páginas do jornal e ainda sobrem muitas ficções para contos como os que estão neste livro?

Não importa. Vale é devorar cada uma das histórias de sua lavra, escritas com ritmo e cores, cheias de tipos estranhos que poderiam muito bem existir de verdade. Ou estar em um filme do Tarantino.

Que este O Ato de Riscar Um Palito de Fósforo marque o reconhecimento de um escritor que nasce, sem precisar matar o jornalista. Leia sem moderação.

Lançamento amanhã, dia 11 de maio, a partir das 19h, no bar Canto Madalena (Rua Medeiros de Albuquerque, 471).

Tema da coluna veiculada pela rádio Estadão em 10 de maio de 2013

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.