Biblioteca Mário de Andrade, um pouco de História
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Biblioteca Mário de Andrade, um pouco de História

Um pouco sobre a mais importante coleção de livros de SP

Edison Veiga

01 Julho 2014 | 17h57

Foto: Daniel Teixeira/ Estadão

Antes de ser batizada com o nome do escritor Mário de Andrade (1893-1945), a principal coleção de livros de São Paulo chamava-se apenas Biblioteca Municipal. Foi criada em 1925 e ficava em um prédio na Rua Sete de Abril, região central da cidade. Tinha um modesto acervo, que antes pertencia à Câmara.

Em 1937, incorporou à coleção todas as obras da Biblioteca Pública do Estado. Esse boom fez com que fosse necessária a construção de nova sede – nascia aí, das pranchetas do arquiteto francês Jacques Pilon (1905-1962), o projeto do prédio atual, na Praça Dom José Gaspar. A obra, iniciada em 1938, contou com forte incentivo do então diretor do Departamento Municipal de Cultura, ele mesmo, o escritor Mário de Andrade.

O edifício ficou pronto em 1942. Em 1960, quinze anos depois da morte de Mário, a Biblioteca Municipal passou a homenageá-lo com o nome atual.

Mais sobre esta história em coluna veiculada ontem pela rádio Estadão. Clique no player para ouvir:
Paulistices na Rádio Estadão