Bar Leo: notícia vaza e estraga campanha de marketing
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bar Leo: notícia vaza e estraga campanha de marketing

Edison Veiga

05 de junho de 2012 | 13h02

Em parceria com DIEGO ZANCHETTA

Ao antecipar que o Bar Brahma (foto) comprou e pretende reabrir o Bar Leo, o Estado colocou água no chope da equipe de marketing que preparava a campanha de refundação do histórico ponto boêmio do centro de São Paulo, interditado há dois meses.

Na manhã de hoje, a assessoria do Bar Brahma procurou a reportagem. Confirmou a veracidade da informação veiculada, reafirmou que a compra foi realizada, mas ressaltou que não pode divulgar nada à imprensa – por conta da tal campanha de marketing.

O proprietário do Bar Brahma não atendeu ao celular nem retornou ao novo pedido de entrevista feito à assessoria. Ontem, ele declarou que pretende “realçar os valores do Leo, retomar o bar com força, para viabilizar uma recuperação.” A Ambev, por sua vez, informa que não interfere nas decisões do Bar Brahma.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: