Ave, São Paulo!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ave, São Paulo!

Edison Veiga

07 de agosto de 2013 | 00h02

FOTO: DÉCIO HOFFMANN/ DIVULGAÇÃO

Muito mais do que pardal e pomba. Estima-se que 285 espécies de aves vivam em São Paulo – preferem os parques, é claro, mas também podem ser flagradas descansando nos fios elétricos dos postes. Há bem-te-vis, maritacas, quero-queros, juritis, sanhaços, pica-paus e os simbólicos sabiás-laranjeira.

Sim, simbólicos. O sabiá (foto) é considerado a ave oficial do Estado desde 1966, e, desde 2002, também do Brasil. Quem encabeçou a campanha foi o ornitólogo Johan Dalgas Frisch, hoje com 83 anos, presidente da Associação de Preservação da Vida Selvagem. Em 1960, incomodado com o número cada vez menor de aves que podiam ser avistadas na cidade de São Paulo, ele foi ao rádio e à televisão pedindo que as pessoas plantassem mais árvores frutíferas – de quebra, lançou o sabiá como candidato a ocupar o posto de símbolo paulista.

Para quem gosta de apreciar esses animais, abre no dia 9/8 a mostra ‘Os Pássaros do Brasil’, do fotógrafo Décio Hoffmann.

Casa da Fazenda. Av. Morumbi, 5.594, 3742-2810. 12h/17h (fecha 2ª). Inauguração: 9/8. Grátis. Até 10/9.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 2 de agosto de 2013

Tem Twitter? Siga o blog

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: