Antes era um zoo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Antes era um zoo

Edison Veiga

06 Novembro 2017 | 05h33

Foto: João Lucera

Urso polar, peixe-elétrico, hiena, camelo, elefante, onça-pintada e até uma sucuri. A fauna do Parque da Aclimação, na região central de São Paulo, era bem heterogênea na virada do século 19 para o 20. Sim, o local onde hoje funciona um dos mais tranquilos parques da cidade já foi a sede do primeiro zoológico paulistano.

Originalmente, o espaço foi criado pelo médico, político e fazendeiro Carlos Botelho (1855-1947). Encantado com o parisiense Jardin d’Acclimatation, decidiu fazer algo parecido em São Paulo. Em 1882, adquiriu umas terras no antigo sítio do Tapanhoim, vizinho das chácaras do cônego Fidelis e da Glória, atual Cambuci – e não muito longe do prédio da antiga Santa Casa de Misericórdia, onde trabalhava como diretor clínico.

Além dos bichos, havia barracas de tiro ao alvo, pescaria de bijuterias, carrossel e até um cineminha. Adquirido pela Prefeitura em 1939, o jardim tornou-se o Parque da Aclimação que conhecemos hoje.

Mais conteúdo sobre:

São PauloAclimação