A verdadeira face do santo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A verdadeira face do santo

Reconstituída cientificamente por designer brasileiro, imagem 'verdadeira' do santo peruano São Martinho de Porres vai virar estatueta em abril

Edison Veiga

10 Fevereiro 2016 | 06h31

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

De agosto a novembro do ano passado, o designer brasileiro Cícero Moraes apresentou as faces verdadeiras de três santos peruanos: Santa Rosa de Lima (1586-1617), São Martinho de Porres (1579-1639) e São João Macías (1585-1645). O trabalho de reconstrução facial foi iniciado em 2014 (a história completa, contada pelo próprio Cícero, pode ser conferida neste link).

O processo foi muito semelhante ao que o designer realizou em São Paulo, com a Santa Paulina. Mas há uma diferença fundamental: a época em que os personagens viveram. Enquanto Madre Paulina, a religiosa Amabile Lucia Visintainer, viveu entre 1865 e 1942 – tendo sido, portanto, fotografada -, os santos peruanos são dos séculos 16 e 17. A falta de um registro preciso de suas imagens, portanto, explica uma discrepância entre a imagem sacra eternizada pela Igreja e pela devoção popular e o retrato fiel pinçado, graças à tecnologia, pelo designer brasileiro.

Não à toa, a imagem tradicional de São Martinho (a primeira, a seguir) já vem sendo substituída pela versão “atualizada” nas lojas de artigos religiosos de Lima (conforme segunda imagem).

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Fotos: Divulgação

Fotos: Divulgação

Os religiosos dominicanos de Lima acionaram novamente Cícero e sua equipe. A ideia era que eles recriassem uma estatueta do santo. Neste primeiro momento, de São Martinho de Porres. “Mas provavelmente vamos fazer o mesmo com os dois outros muito brevemente”, comenta Cícero. Especialistas em antropologia forense, coube a Paulo Miamoto providenciar a imagem, em uma impressora 3D. Com 30 cm de altura, foram 22h de impressão.

Agora a peça passa por finalização artística. A previsão é que seja concluída e apresentada em abril. O vídeo abaixo mostra o processo todo:

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Mais conteúdo sobre:

IgrejaIgreja CatólicaReligião