A última do casal Bodanzky e Bolognesi
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A última do casal Bodanzky e Bolognesi

Edison Veiga

20 Fevereiro 2014 | 11h33

FOTO: JUAN GUERRA/ ESTADÃO

Nos dez anos em que estiveram à frente do projeto Cine Tela Brasil, os cineastas Laís Bodanzky (foto) e Luis Bolognesi exibiram mais de 100 filmes nacionais para espectadores de baixa renda, nas periferias brasileiras. Ontem pela manhã, a dupla anunciou o novo projeto: o Instituto Buriti, que vai levar oficinas educativas de audiovisual para escolas públicas, sempre no contraturno das aulas, em uma iniciativa para melhorar a aprendizagem.

A princípio, serão dez escolas públicas beneficiadas – uma delas na capital paulista. A lista ainda não foi divulgada.

Com isso, os cineastas encerram o Cine Tela Brasil. Mas, para não ficar só no ‘happy end’, eles repassaram a dois ex-funcionários toda a estrutura. E eles devem fazer um projeto semelhante, sob outro nome e com outros patrocinadores.

Tema da coluna veiculada pela rádio Estadão em 19 de fevereiro de 2014

Mais conteúdo sobre:

CinemaCulturaEducaçãoSão Paulo