A solidão do poeta, em fotos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A solidão do poeta, em fotos

OLHA SÓ...

Edison Veiga

03 Abril 2016 | 00h49

Foto: Nilton Fukuda/ Estadão

Foto: Nilton Fukuda/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Até o dia 30/4, fica em cartaz no terraço da Biblioteca Mário de Andrade (R. da Consolação, 94), a exposição ‘Lapidar’, da pesquisadora e fotógrafa Luciana Fátima. Trata-se de um diálogo fotográfico entre a arte tumular do Cemitério da Consolação e o mausoléu da família do poeta paulistano Álvares de Azevedo (1831-1852), no Cemitério São João Batista, no Rio. A mostra é inspirada na biografia ‘Delírio, Poesia e Morte: a Solidão de Álvares de Azevedo’, da própria Luciana.