À noite no cemitério
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

À noite no cemitério

'Crimes que abalaram São Paulo' será o tema do passeio, de 1h30, promovido pelo Turismo na História

Edison Veiga

08 Dezembro 2015 | 00h01

Foto: Ricardo Matsukawa/ Estadão

Foto: Ricardo Matsukawa/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

O assassinato de Líbero Badaró, o filicídio seguido de suicídio de Peixoto Gomide, o famoso crime do Castelinho da Rua Apa e outras histórias reais – mas que parecem saída de filmes de terror – de São Paulo serão detalhadas no passeio ‘Crimes que abalaram São Paulo’. De quebra, o roteiro será entre os túmulos do Cemitério da Consolação, na noite de sábado (12) – a partir das 20h.

“Também falaremos sobre o advogado e poeta Moacyr Piza, que assassinou sua amante, Nenê Romano, e se suicidou em seguida. E a acusação de assassinato contra a rainha do café Iria Ferreira”, diz o idealizador do passeio, o historiador e arquiteto Paulo Rezzutti (foto abaixo), membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. “Além das histórias dos crimes será também contadas algumas histórias de fantasmas, quem sabe até com a presença de um!”

Com duração estimada de 1h30, o tour custa R$ 35. Ingressos precisam ser adquiridos em www.turismonahistoria.com.br. As vagas são limitadas.

Foto: Tiago Queiroz/ Estadão

Foto: Tiago Queiroz/ Estadão