Vereador faz homenagem a guardas que mataram suspeito de assaltar seu irmão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vereador faz homenagem a guardas que mataram suspeito de assaltar seu irmão

Na justificativa do projeto, Nunes não menciona o caso. Afirma apenas que os guardas Tarcísio Bento Filho, José Augusto Filho e Clovis de Oliveira merecem ser homenageados por prestarem importantes serviços à sociedade.

Diego Zanchetta

11 Setembro 2014 | 13h33

COM ADRIANA FERRAZ

A Câmara Municipal retomou o processo de votação após uma paralisia de 40 dias. Desde terça-feira, os vereadores aprovaram 30 projetos de lei em plenário. Em um deles, Ricardo Nunes (PMDB) recebeu o aval dos colegas para homenagear, com uma ‘salva de prata’, a equipe de guardas-civis que atendeu, em fevereiro, uma ocorrência envolvendo seu irmão, sua cunhada e seu sobrinho. Na ação, ocorrida em fevereiro deste ano, um dos ladrões foi morto pela equipe da GCM acionada pelo vereador em uma suposta troca de tiros.

Na justificativa do projeto, Nunes não menciona o caso. Afirma apenas que os guardas Tarcísio Bento Filho, José Augusto Filho e Clovis de Oliveira merecem ser homenageados por prestarem importantes serviços à sociedade. Questionado sobre a participação dos GCMs da ação envolvendo sua família, o vereador ressaltou que sua família é parte da população de São Paulo. Representa, por isso, as pessoas que são atendidas pela Guarda Municipal Metropolitana. Para Nunes, a homenagem não se trata de uma gratidão pessoal, mas da cidade ao trabalho desenvolvido pela GCM.

A ocorrência policial aconteceu no dia 5 de fevereiro. Quatro homens armados invadiram a residência do irmão do vereador, Robson Antonio Nunes de Gouveia, de 35 anos, e de sua cunhada, Karina Silva Gouveia, de 32. Os bandidos roubaram um dos carros do casal.

Logo em seguida ao roubo, a GCM foi acionada pelo próprio vereador. Houve uma suposta troca de tiros na Rua Januário da Cunha, no Campo Limpo, e um dos assaltantes morreu. Os outros três suspeitos fugiram e o carro do casal foi recuperado com uma pequena batida na lateral. O caso não foi investigado pela Corregedoria da GCM.

 

O vereador Ricardo Nunes, do PMDB, uma das principais lideranças da Câmara Municipal: homenagem a equipe de guardas que mataram suspeito de assaltar seu irmão em fevereiro, na zona sul

 

Mais conteúdo sobre:

Câmara MunicipalGCMtroca de tiros