Tripoli publica lista de 33 apoiadores e causa constrangimento na Câmara
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tripoli publica lista de 33 apoiadores e causa constrangimento na Câmara

Diego Zanchetta

05 Fevereiro 2014 | 12h17

O vereador Roberto Tripoli (PV), preterido pela gestão do PT na indicação ao Tribunal de Contas do Município (TCM), publicou hoje no Diário Oficial da Cidade a lista com os nomes dos 33 vereadores que assinaram apoio à sua candidatura no início de dezembro. A lista de João Antonio (PT), escolhido pelo governo, também foi publicada hoje e conta com apenas 20 parlamentares.

A lista de apoio a Tripoli foi feita no início de dezembro. Logo de início ele conseguiu apoio da maior parte da Casa. Nos últimos 40 dias, porém, o prefeito Fernando Haddad (PT) chamou os vereadores de sua base governista para pedir apoio ao seu candidato. Resultado: muitos dos que assinaram o apoio ao vereador do PV mudaram o voto para o candidato petista do governo.

Deputado estadual licenciado, Antonio é secretário de Relações Governamentais e será indicado pela Câmara como novo conselheiro do TCM. Ele foi escolhido por Haddad mesmo após a bancada petista iniciar campanha pela indicação do líder de governo Arselino Tatto (PT), também preterido pelo governo. Tripoli deve anunciar sua desistência hoje, quando as indicações vão passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Legislativo.

Muitos dos que assinaram a lista de Tripoli vão votar na indicação do candidato governista. É o caso de Ricardo Young (PPS), por exemplo, que admitiu ter mudado de voto após ser procurado por Haddad. Quem também mudou de lado foram os vereadores Ari Friedenbach (PROS), Pastor Edemilson Chaves (PP), Jean Madeira (PRB) e Nelo Rodolfo (PMDB).

Antes de anunciar sua desistência, Tripoli deve ir ao plenário citar nome por nome dos vereadores que assinaram sua lista em dezembro. Vereador mais votado em 2012, ex-presidente do Legislativo e atualmente no sétimo mandato consecutivo, o ambientalista tem dito que muitos parlamentares trocaram seu voto por cargos e favores nas subprefeituras.

A seguir, a lista de apoiadores de Tripoli e João Antonio, publicadas hoje no Diário Oficial da Cidade.

QUEM ASSINOU APOIO A TRIPOLI (PV)

33 VEREADORES

Andrea Matarazzo (PSDB), Coronel Camilo (PSD), Abou Anni (PV), Sandra Tadeu (DEM), Aurélio Nomura (PSDB), David Soares (PSD), Dalton Silvano (PV), Milton Leite (DEM), Edir Sales (PSD), Natalini (PV), Coronel Telhada (PSDB), Goulart (PSD), Roberto Tripoli (PV), Adilson Amadeu (PTB), Eduardo Tuma (PSDB), José Police Neto (PSD), Floriano Pesaro (PSDB), Marco Aurélio Cunha (PSD), Aurélio Miguel (PR), Noemi Nonato (PROS), Gilson Barreto (PSDB), Marta Costa (PSD), Toninho Paiva (PR), Ota (PROS), Mario Covas Neto (PSDB), Souza Santos (PSD), Patrícia Bezerra (PSDB), Atílio Francisco (PRB), Ari Friedenbach (PROS), Pastor Edemilson Chaves (PP), Jean Madeira (PRB), Ricardo Young (PPS), Nelo Rodolfo (PMDB).

QUEM ASSINOU APOIO A JOÃO ANTONIO (PT)

20 VEREADORES

José Américo (PT), George Hato (PMDB), Juliana Cardoso (PT), Conte Lopes (PTB), Donato (PT), Alfredinho (PT), Arselino Tatto (PT), Vavá (PT), Nabil Bonduki (PT), Paulo Fiorilo (PT), Senival Moura (PT), Calvo (PMDB), Laércio Benko (PHS), Toninho Vespoli (PSOL), Jair Tatto (PT), Reis (PT), Marquito (PTB), Ricardo Nunes (PMDB), Orlando Silva (PC do B) e Wadih Mutran (PP).

 

João Antonio (PT), escolhido por Haddad para vaga no TCM: oficialmente, ele tem o apoio de apenas 20 dos 55 vereadores e perderia a disputa com Roberto Tripoli (PV), que conta com assinaturas de apoio de 33 colegas

 

Mais conteúdo sobre:

Câmara MunicipalTCMTripoli