Projeto dá gratuidade de ônibus para PM sem farda
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Projeto dá gratuidade de ônibus para PM sem farda

Diego Zanchetta

02 Julho 2013 | 13h37

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de São Paulo deu parecer de legalidade ao projeto que concede gratuidade da tarifa de ônibus (R$ 3,00) para policiais militares e guardas civis-metropolitanos sem o uso da farda.

A proposta, do vereador Eduardo Tuma (PSDB), é uma demanda de sindicatos e de associações de policiais que reclamam sobre a insegurança de PMs que precisam estar de uniforme para conseguir andar de graça no transporte coletivo municipal.

A base governista também apoia o projeto. Atualmente muitos PMs pagam a passagem para não terem que andar fardados, por causa do risco de serem reconhecidos por bandidos. No Estado de São Paulo são 100 mil PMs.

A justificativa do projeto também fala que “mesmo em dias de folga, os policiais têm dever permanente de zelar pela segurança da população, o que significa dizer que sempre devem estar de prontidão, independentemente de fardamento.”

Só neste ano, dois PMs morreram em tentativas de assaltos a ônibus nos estados de Alagoas e de Pernambuco, logo após bandidos reconhecerem eles pelas fardas.

 

Linha do Expresso Tiradentes: gratuidade para policiais sem farda

Mais conteúdo sobre:

fardaHaddadPMtarifa