Haddad traz para SP sistema federal de curso a distância
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad traz para SP sistema federal de curso a distância

Diego Zanchetta

01 de agosto de 2013 | 20h01

COM PAULO SALDAÑA

O prefeito Fernando Haddad (PT) encaminhou hoje à Câmara Municipal de São Paulo projeto para criação de polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), que cria normas e regras para o funcionamento de cursos à distância da rede pública, principalmente federal, nos Centros de Educação Unificada (CEU) da cidade. O foco será nos cursos de formação de professores, desde a graduação à pós. O plano da gestão é ter pelo um por área de cada subprefeitura do município.

A UAB tem 657 polos pelo Brasil, mas nenhum na cidade de São Paulo. O blog apurou que as instalações dos polos já começarão neste segundo semestre. Inicialmente, haverá cursos a distância coordenados pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Os polos servem de articulação com a UAB para atividades presenciais, como avaliações e webconferências. Eles são equipados com laboratórios de informática, laboratórios para aulas em vídeo e biblioteca.

Reportagem do Estadão.edu desta semana mostrou que o número de alunos da UAB aumentou sete vezes de 2008 a 2013, chegando a 231 mil matrículas ativas.

http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,rede-federal-de-ead-nao-alcanca-o-norte-do-pais,1058833,0.htm.

 

Piloto do projeto Universidade Aberta no CEU Jambeiro: meta é criar um polo por subprefeitura

Tudo o que sabemos sobre:

Universidade aberta

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.