Haddad exonera aliado do PTB na Subprefeitura da Mooca
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad exonera aliado do PTB na Subprefeitura da Mooca

Diego Zanchetta

13 Maio 2013 | 16h47

O prefeito Fernando Haddad (PT) exonerou Maurício Luís Martins, chefe de gabinete da Subprefeitura da Mooca, órgão da Prefeitura responsável por fiscalizar o comércio na região do Brás, onde ficam os cerca de 4.000 ambulantes da Feira da Madrugada. Entre 2011 e 2012, Martins foi chefe de gabinete do então vereador e hoje secretário municipal de Esportes Celso Jatene (PTB).

Candidato a deputado federal pelo PP de Paulo Maluf nas eleições de 2010 e assessor até 2005 do ex-vereador Antonio Salim Curiati Júnior (PP), Martins se tornou aliado do PTB depois de entrar para o gabinete de Jatene. Ele também tem bom trânsito dentro da Liga das Escolas de Samba. Foi indicado ao prefeito em janeiro pelo próprio Jatene, com o aval do deputado estadual Campos Machado (PTB).

É a primeira exoneração de um aliado feita pelo prefeito petista em pouco mais de cinco meses de governo. Segundo apurou a reportagem, o próprio Martins queria sair de uma função que não lhe deu “a repercussão política que ele esperava”, segundo um integrante do alto escalão do governo. Martins pensava em ganhar musculatura política na função para tentar disputar novamente alguma eleição como candidato a deputado (2014) ou vereador (2016).


Subprefeitura da Mooca: chefe de gabinete ligado ao PTB não conseguiu projeção política esperada no cargo

O governo ainda não decidiu como vai fazer a composição política do cargo, mas a tendência é de que o próprio secretário de Esportes do PTB faça nova indicação.

Haddad decidiu aceitar indicações de vereadores da base governista para preencher as chefias de gabinete das 31 subprefeituras, desde que a pessoa seja “ficha-limpa”. Os subprefeitos, porém, são todos funcionários de carreira do governo.

Mais conteúdo sobre:

aliadosFeira da MadrugadaHaddadPTB