Haddad estuda proibir táxis em corredores de ônibus
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad estuda proibir táxis em corredores de ônibus

Diego Zanchetta

25 Setembro 2013 | 13h07

COM CAIO DO VALLE

Os táxis poderão ser proibidos de circular nos corredores de ônibus de São Paulo. É uma possibilidade que está sob avaliação da gestão Fernando Haddad (PT).

O secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, afirmou nesta quarta-feira, 25, que realizará um levantamento para identificar as atuais interferências nas vias exclusivas, entre elas a entrada de táxis que reduzem a velocidade média dos coletivos.

“Estamos no momento de uma profunda reflexão, só isso. Tem um estudo de 2011 feito pela SPTrans (São Paulo Transporte, empresa que gerencia o sistema de ônibus) que já apontava que realmente atrapalha o operação dos ônibus a entrada dos táxis nos corredores”, disse Tatto.

De acordo com ele, a velocidade dos ônibus nos corredores hoje é de 14 km/h, em média, o que ele considera “muito baixo”. Com a lentidão, agravam-se os problemas da demora da passagem dos coletivos e da superlotação nos pontos e dentro dos veículos.

Outras interferências que serão analisadas pela Secretaria Municipal dos Transportes são o excesso de linhas de ônibus e o uso excessivo dos corredores por ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), que pertence ao governo do Estado. Além disso, o tempo dos semáforos em grandes cruzamentos poderia ser alterado para priorizar o transporte público.

“Tudo isso estamos levantando para tormar medidas mais para a frente, mas não há decisão com relação à retirada dos táxis dos corredores neste momento”, afirmou o secretário.

A permissão para a circulação dos táxis nos corredores de ônibus da cidade é concedida anualmente por meio de portaria da Secretaria Municipal dos Transportes. A próxima vence em setembro do ano que vem. Mas a portaria pode ser revogada a qualquer momento.

Entidades sindicais ligadas aos taxistas são contrárias. Elas pedem que a Prefeitura amplie a permissão para os táxis circularem também nas faixas exclusivas à direita.

 

Táxi na frente de ônibus em faixa exclusiva: governo municipal quer deixar corredores apenas para os coletivos