Governo do PT anula licitação milionária herdada de Kassab
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Governo do PT anula licitação milionária herdada de Kassab

Diego Zanchetta

03 Maio 2013 | 15h59

COM RODRIGO BURGARELLI

Depois de encontrar suspeitas de direcionamento e “inadequada adoção do sistema de registro de preços”, a gestão Fernando Haddad (PT) anulou hoje uma licitação de R$ 7 milhões, aberta no segundo semestre de 2012 pelo ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD).

O pregão 026/2012, da Secretaria Municipal de Segurança Urbana, visava contratar uma empresa que forneceria imagens do comércio ambulante por meio de 500 câmeras. O objetivo era monitorar a venda de produtos piratas na região da Rua 25 de Março e a ocupação ilegal das ruas do centro. As imagens seriam captadas pela empresa e transmitidas para uma central da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

 


Câmeras iriam monitorar o comércio ambulante no centro

Mas gigantes da telefonia como a Telecom e a Telefônica denunciaram ao governo uma série de exigências que poderiam causar direcionamento na licitação. As empresas pediram a impugnação imediata da concorrência, o que foi acatado pelos procuradores do município.

“Anulo o edital de licitação 026/SMSU/2012, seus respectivos anexos e todos os atos dele decorrentes, por infração aos ditames legais quanto a modalidade licitatória adotada e inadequada adoção do sistema de registro de preços”, informou o secretário municipal de Segurança Urbana Roberto Porto, em sua justificativa para anular o edital da licitação.

Não existe, por enquanto, previsão para uma nova concorrência ser aberta para a compra de novas câmeras.

A assessoria do ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) nega qualquer irregularidade e diz que o edital final da licitação foi publicado pelo governo do PT.

“Respeitamos a decisão da atual administração municipal se deseja cancelar por priorizar outras iniciativas, mas é um grande equívoco levantar suspeitas infundadas e inaceitável colocar em dúvida a lisura da administração anterior”, acrescenta a assessoria de Kassab.

 

Mais conteúdo sobre:

câmerasHaddadKassablicitação