As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo de rap lembra cativeiro de Arlan no Paraguai

Pablo Pereira

22 Dezembro 2014 | 12h34

Em Cuba, prosseguem as repercussões sobre a histórica decisão de reaproximação com os EUA depois de meio século de bloqueio e isolamento. Tempos de distensão ideológica. Já no Paraguai, bem aqui do ladinho do Brasil, a guerrilha do Exército do Povo Paraguaio (EPP) prossegue com sua política de sequestros para arrecadar dinheiro e mantém o menor Arlan Fick Bremm, de 17 anos, filho de brasileiros, em cativeiro desde o dia 2 de abril.

Às vésperas do Natal, para lembrar o drama das família do jovem Arlan e do policial Edelio Morínigo, também preso pelos guerrilheiros, o compositor de rap Chino El Maniático, de San Pedro, Concepción, publicou no Youtube vídeo gravado com alunos da escola de Azotey, onde o garoto estudou.  O rap critica o governo pela insegurança no país e pede a libertação de Arlan.

Abaixo, foto de Clayton de Souza/Estadão, mostra cartaz em frente à escola na Rua 3 (Rodovia 3).

.G

 

Mais conteúdo sobre:

ArlanEPPNatalParaguai