Viagem pelas mãos da artista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Viagem pelas mãos da artista

Pablo Pereira

20 Fevereiro 2011 | 00h30

Apreciar fotos antigas é quase uma necessidade para muita gente. Mais cedo ou mais tarde você folheia álbuns, viaja no tempo, sorri consigo mesmo – ou até chora de saudade. 

No caso da cidade de São Paulo antiga, mestres como Militão de Azevedo e  Guilherme Gaensly deixaram acervos preciosos para a alegria dos pesquisadores e dos curiosos.

 São registros de ouro.

Mas a arte de retratar a cidade conta também com mãos ricas na reprodução, pelo traço, das sombras, da luz, das perspectivas. Conheci outro dia uma bela coleção de desenhos em preto e branco, alguns em cores, que acaba de ser editada pela Companhia Editora Nacional (2010). É obra de Diana Dorothèa Danon, artista que tem seu foco na pintura documental.

O livro São Paulo: Belle Époque contém interiores, mobiliário, objetos decorativos, monumentos, maçanetas, afrescos. E conta com o requinte dos textos do professor Benedito Lima de Toledo.

 É mais uma viagem tocante ao mundo paulistano que não existe mais, como o das fachadas demolidas ou alteradas da Paulista ou de Campos Elíseos.

.

Pia Inglesa, de 1884, desenho de Diana Dorothèa Danon