As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um fascinado pelo cinematographo

Pablo Pereira

27 Março 2010 | 23h58

(trechos de texto de “O Tempo”)

“O cinema é o theatro condensado e rapido. É o drama ou a comedia tendo por fundo a realidade, a natureza e o universo na variedade infinita de todas as suas scenas. Não tem bastidores, não tem fingimentos, não tem mentiras. (…) Correm os rios; erguem-se as montanhas; despenham-se as cascatas; veem-se os rebanhos nas pastagens; a natureza se ostenta na variedade incalculavel de suas scenas e a acção humana se produz em toda a plenitude de seu desenvolvimento. (…)

No cinema vejo, aprendo, adquiro, em instantes, uma experiencia que em annos não poderia accumular. Ruy”

(

)

Mais conteúdo sobre:

cinemaO Estado de S.PauloO TempoRuy