A longa (e bela) arte de viver
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A longa (e bela) arte de viver

Pablo Pereira

22 Outubro 2012 | 16h39

Viver é bom. Viver bastante, melhor ainda. Viver mais de cem anos deve ser uma coisa extraordinária. Nestes tempos de alongamento importante na expectativa de vida nacional, mais e mais pessoas vão além dos 70. Muita gente pode beber na fonte dessa longevidade. Muitos jovens podem se inspirar nos ricos legados dessa gente especial ainda na presença dela.

Estar no mesmo ambiente de uma pessoa que além dos 72 anos da média brasileira viveu outras três décadas é uma beleza pura. Neste final de semana, uma família orgulhosa festejou a lucidez e a capacidade de sorrir, chorar e emocionar de uma centenária.

Observe o número que está sobre o bolo de aniversário de dona Nenéia Perotti, uma simpatia que vive em Mogi das Cruzes, interior paulista.

.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Mogi das Cruzesviver