As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A partilha do pãozinho

Pablo Pereira

16 Janeiro 2010 | 15h01

Outro dia, por conta do batizado de um sobrinho, fiz num sábado o curso de padrinhos numa igreja de São Paulo. Lá pelas tantas, para chamar a atenção para a necessidade de diálogo do casal de futuros padrinhos, afinal também responsáveis dali para a frente pelo afilhado, a senhora que fazia a palestra contou o episódio do pãozinho. Se bem me lembro, mais ou menos assim:

Depois de 50 anos de casamento, um casal se prepara para o jantar de família de comemoração das Bodas de Ouro. Pela manhã, os dois velhinhos estão à mesa tomando o café matinal em silêncio. E a mulher pensa:

– Eu já estou idosa, já fiz tanta coisa pela nossa vida em comum, que acho que hoje posso fazer uma extravagância: em vez de comer só a casca do pão, como faço há 50 anos para deixar o miolo para ele, hoje eu vou comer o miolo, que eu adoro!

Do outro lado da mesa, o marido olha para ela deixando o pão oco na cestinha. E pensa:

– Que maravilha, ela deixou a casquinha!