Unidade Básica de Saúde despeja esgoto em córrego 
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Unidade Básica de Saúde despeja esgoto em córrego 

Marcel Naves

10 de novembro de 2016 | 19h22

àrea do córrego Zuvuvu, na Vila Constancia, que a prefeitura diz limpar regularmente.

Área do córrego Zuvuvu, na Vila Constancia, que a prefeitura diz limpar regularmente.

Na zona sul da cidade, os resíduos produzidos pela UBS Dr. Vicente Octávio Guida são descartados diretamente no córrego Zavuvu. A denúncia é feita por Silvana Pulvirente, que realiza um trabalho voluntário na unidade. Segundo ela, existe um acordo entre Sabesp e  prefeitura, mas sem resultados até então. “A Sabesb veio aqui e acertou tudo com a prefeitura, mas o esgoto continua indo pro rio”, afirma.

Na Vila Joaniza,os próprios moradores realizam obras no córrego Zavuvus.

Na Vila Joaniza,os próprios moradores realizam obras no córrego Zavuvus.

O rejeito lançado irregularmente pela unidade básica de saúde preocupa os moradores da Rua Hermenegildo Martini, na Vila Constancia. No local, em dias de chuva é comum que o córrego transborde. Quando isto ocorre, o lixo existente acaba invadindo até mesmo as casas.

Na Vila Joaniza, um bairro próximo que também é cortado pelo mesmo córrego , a questão está nas áreas invadidas. Por estas regiões estarem em situação irregular, acabam não sendo atendidas por órgãos públicos. Os moradores, cansados de esperar acabam construindo por conta própria muros e pontes, para tentar amenizar os prejuízos provocados pelas enchentes. “Aqui é um ajudando o outro, não queremos nem saber da prefeitura”, afirma o aposentado Wellington Figueiredo, de 69 anos. A PMSP informou que limpa regularmente o córrego Zavuvus, mas quanto ao esgoto da UBS da Vila Constancia, a responsabilidade é da Sabesb. Ainda segundo o órgão, a Secretária de Saúde acompanha o caso.

A Sabesp ressaltou que existe uma rede coletora em frente à unidade de Saúde da Vila Constancia, mas que a ligação interna deve ser providenciada pela prefeitura.

Veja abaixo a íntegra das notas encaminhadas:

PMSP

“A secretaria de Saúde já solicitou a canalização no local durante reunião do conselho gestor na região. A SABESP foi acionada e efetuou um estudo para obra. Cabe a SABESP fornecer os materiais para que os agentes da subprefeitura executem a obra. A secretaria de Saúde acompanha o caso. A Subprefeitura Santo Amaro limpa o córrego periodicamente. Vale ressaltar que o último serviço foi realizado no último dia 5 de outubro”.

Sabesp

“A Sabesp informa que existe rede coletora em frente à AMA (rua Hermenegildo Maritni s/n), porém falta a ligação interna (de responsabilidade do cliente). No entorno do córrego Zavuvus há uma área invadida, sem rede coletora, diferentemente do restante dos bairros Vila Joaniza e Vila Constância”. 

 

Tendências: