Terreno abandonado na Zona Norte vira lixão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Terreno abandonado na Zona Norte vira lixão

Marcel Naves

07 Julho 2016 | 17h11

Lixo e entulho de terreno ocupam calçada da rua Álvaro Silva, no bairro do Limão.

Lixo e entulho de um terreno particular impendem a utilização da calçada de uma travessa da rua Álvaro Silva, no bairro do Limão.

Um terreno abandonado no Bairro do Limão tem sido motivo de muita reclamação. Situação que, segundo moradores da Rua Álvaro Silva, tem se arrastado durante anos. O muro existe apenas em uma parte, a calçada é praticamente inacessível e o mato alto provoca muita insegurança.

O local tem sido utilizado sobretudo por carroceiros para o descarte de entulho e até carcaças de animais. Na tentativa de amenizar o mal cheiro, os donos de imóveis costumam queimar parte do lixo. Uma iniciativa que acaba provocando mais problemas devido à grande quantidade de fumaça produzida.

A aposentada Fátima Perini, que há 22 anos reside na região, alerta que o espaço se transformou num verdadeiro criadouro de ratos, baratas e todo o tipo de inseto. Ela relata que constantemente os bichos invadem as residências. “Tem de tudo por aqui ratos, baratas e isto sem falar nos mosquitos ! É um desrespeito com a gente”, afirma.

Outra moradora que reside ao lado se queixa do consumo de drogas que acontece livremente em meio aos escombros daquilo que já foi uma casa. Mas apesar disto, sua principal insatisfação é quanto  ás arvores. “O senhor pode ver que são árvores enormes, algumas estão secas e outras visivelmente doentes,  e eu fico apavorada pois estou vendo que uma hora dessas uma delas irá cair sobre a minha casa”. Desabafa a senhora que preferiu não  se identificar.

A prefeitura  reconhece o problema e esclarece  que não pode realizar nenhuma intervenção no local, por se tratar de propriedade particular. O órgão garante que irá notificar os proprietários para que estes façam os reparos necessários sob pena de multa em caso de descumprimento.

Abaixo segue a íntegra da nota da PMSP:

“A Subprefeitura Casa Verde/Cachoeirinha informa que as calçadas da Rua Álvaro Silva pertencem a áreas particulares. A Subprefeitura notificará os proprietários para que providenciem a construção ou os reparos necessários, sob pena de multa, conforme estabelece a legislação. Sobre o asfalto, não foram identificados buracos, exceto um afundamento de responsabilidade da concessionária de água e esgoto, que já foi oficiada para as devidas providências. Quanto à limpeza, a via é limpa duas vezes por semana, o último serviço de varrição foi realizado nesta quinta-feira (7), e também não havia entulho no local. Em relação ao terreno que está com o muro quebrado, trata-se de área particular e o proprietário será notificado pela Subprefeitura”.