Após sucessivas queixas, tanque abandonado há décadas deve ser retirado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após sucessivas queixas, tanque abandonado há décadas deve ser retirado

Marcel Naves

20 de outubro de 2016 | 18h59

Em Santo André, na Av. Cândido Camargo, reservatório abandonado há mais de 20 anos serve de abrigo a moradores em situação de rua.

Em Santo André, na Av. Cândido Camargo, reservatório abandonado há mais de 20 anos serve de ponto para descarte de entulho

Um antigo reservatório, parte de um caminhão, e que foi abandonado há pelo menos 20 anos, deve ser retirado nos próximos dias. O tanque de ferro, completamente deteriorado contém piche. Sua retirada é uma antiga reivindicação  dos moradores da Av. Cândido Camargo, no Jd. Ana Maria, em Santo André.

A iniciativa foi anunciada pelo Secretário Estadual do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Por telefone, ele entrou em contato com a reportagem da Rádio Estadão, e garantiu que nos próximos dias tudo será resolvido. “Eu imaginei que já estava feito, mas agora será feito! Até a semana que vem estará tudo removido”, disse.

Em julho, a prefeitura de Santo André foi procurada sobre o problema. Na ocasião, informou que após várias tentativas sem sucesso, a retirada do reservatório voltaria a ser analisada. Nesta quinta, voltamos à Av. Cândido Camargo e constatamos que nada foi feito.

O aposentado Lourenço Ferro da Silva, que mora há 38 anos na região, ressalta que com o passar do tempo  a situação piorou. De acordo com ele, moradores em situação de rua estão ocupando o entorno do tanque.  “Esse pessoal começou a montar barracadas e agora é lixo pra todo lado, isto sem falar no entulho”, afirma.

Procurada a respeito da limpeza na região, a prefeitura de Santo André não se manifestou.

Ouça aqui a reportagem.