Moradores cobram sinalização na zona norte
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores cobram sinalização na zona norte

Marcel Naves

03 Agosto 2016 | 18h10

Sem a sinalização adequada motoristas abusam do excesso de velocidade.

Na rua Mendonça Júnior a falta de sinalização faz com que motoristas abusem do excesso de velocidade.

A principal preocupação dos moradores da rua Mendonça de Barros, na Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte da cidade está na falta de sinalização. Tratasse de uma das principais vias da região com grande movimentação de carros, ônibus e caminhões sem qualquer limite de velocidade. Relatos dão conta de frequentes acidentes e atropelamentos.

O aposentado João Cândido da Silva, que reside há mais de 60 anos no local diz que já fez inúmeros contatos com a prefeitura, mas nada foi feito até então. “Olha tem muita criança por aqui e mãe que anda pra lá e pra cá com os baixinhos, e o problema é que tem uns doidos que passam por aqui a mais cem por hora”. Afirma.

O comerciante Agripino Felipe é dono de um bar, localizado em uma esquina e se mostra revoltado com a situação. Para ele a falta de sinalização precisaria de maior atenção por parte do prefeito Fernado Hadda. “Olha eu só queria saber porque o senhor Haddad coloca o limite de 50 por hora nas marginais e não faz nada por aqui”, diz.

A rua Mendonça Júnior está localizada em uma região contaminada e constantes invasões. Em 2009 as escolas Emef Clóvis Graciano e Emei Vicente Paulo da Silva chegaram a ser fechadas por terem sido construídas em uma área com grande concentração de gás metano. Atualmente e após uma série de ocupações os prédios estão sendo demolidos.

Mas apesar da gravidade da situação e das medidas tomadas a região ainda sofre com a ocupação irregular. São residências e pequenos estabelecimentos comerciais, onde os proprietários s aguardam há anos um posicionamento da justiça para desocuparem os imóveis.

Em nota a prefeitura informou que existe um projeto para que toda a sinalização necessária seja providenciada.Não foi informado um prazo para que toda adequação  seja feita.

Leia abaixo a íntegra da nota enviada pela PMSP.

“A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que existe projeto de manutenção da sinalização da Rua Mendonça Junior, prevendo pintura de faixas de divisão de fluxos opostos (dupla amarela), faixas de pedestres, recolocação das placas de regulamentação de proibido estacionar, de regulamentação de velocidade máxima permitida, de advertência de passagem sinalizada de escolares e de depressão existente na via. A implantação do referido projeto seguirá o cronograma de serviços da empresa.

Referente às escolas desativadas, a COHAB–SP abriu licitação para contratar empresa de remoção do entulho e demolição dos prédios. O local será destinado à construção de espaço de lazer e de convivência”.

Ouça aqui a reportagem