Larvas do mosquito da dengue infestam empreendimento em Osasco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Larvas do mosquito da dengue infestam empreendimento em Osasco

Marcel Naves

18 Janeiro 2017 | 17h14

Entulhos abandonados e, terreno com larvas do mosquito transmissor da dengue. Foto Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

Terreno com larvas do mosquito transmissor da dengue. Foto Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

Em Osasco, na grande São Paulo, um terreno permanece abandonado, mesmo com a emissão de um laudo da Prefeitura atestando a presença de larvas do mosquito da dengue. A área faz parte um empreendimento da Construtora Econ que foi entregue pela metade.

No dia 11 de janeiro, um laudo de análise assinado pela bióloga Joséfa M. Lopes da Silva constatou a existência das larvas. Mas de acordo com moradores, o documento só comprova o que todos sabiam. “Nós já sabemos da existência do mosquito da dengue no terreno, o que queremos é que algo seja feito”, diz Mauro Oliveira, sindico do condomínio.

O projeto inicial consistia na construção de quatro prédios,  na  Avenida Franz Voegeli, bairro Continental, mas somente dois foram concluídos. Atualmente, onde deveriam existir os edifícios resta apenas o mato alto e pilhas de entulho, além de máquinas e carros abandonados.

Os moradores ainda brigam na justiça para obterem a escritura definitiva de seus imóveis. A defensora Magna Maria de Lima diz que a situação envolve, além da Construtora Econ, as Cooperativas Habitacional Planalto e Nova Era. “É uma imensa confusão, onde o que sabemos é que os moradores nunca tiveram  a escritura”, afirma á advogada.

Entramos em contato com a prefeitura de Osasco e a Construtora Econ, mas não obtivemos retorno. Por telefone tentamos falar também com os representantes das cooperativas citadas, mas também não tivemos respostas.

 

Mais conteúdo sobre:

Moto Z Play