As reclamações recorrentes do Largo 13 de Maio
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

As reclamações recorrentes do Largo 13 de Maio

Marcel Naves

05 Dezembro 2016 | 23h07

Largo 13 de Maio

Funcionárias de loja carregam lixo para ser descartado em pilha situada em pleno  Lg. 13 de Maio.

O Largo 13 de Maio, em Santo Amaro, na zona sul da cidade, apesar das melhorias feitas nos últimos meses ainda necessita de mudanças. A opinião é de grande parte dos lojistas e consumidores da região, que foram ouvidos pela equipe de reportagem da Rádio Estadão.

Entre as reclamações está à péssima qualidade do asfalto, além da grande quantidade de animais soltos pelas ruas. No entanto, problemas recorrentes continuam a incomodar, como relata Elisa Myasaki, dona de banca de jornal, há pelo menos 30 anos. “As coisas melhoraram um pouco, mas o comércio ilegal continua causando problemas”, afirma.

E se para uns o incômodo vem dos ambulantes, para outros a questão está no consumo de drogas. Em vários trechos do Largo 13 de maio, é comum a presença de dependentes químicos consumindo drogas.

Os passeios se encontram em péssimo estado de conservação, onde os buracos representam um grande perigo. Uma situação complicada para cadeirantes, como o aposentado José Benedito Leal. “As calçadas por aqui estão cada vez pior, eu tenho até medo da cadeira virar”, disse.

Em nota, a prefeitura informou que realiza a variação da região regularmente,  e que irá elaborar um projeto para reforma das calçadas. A Secretaria de Segurança informa que apenas o mês de novembro realizou cinco flagrantes por conta de contrabando.

Leia abaixo a íntegra do comunicado emitido pela Prefeitura e Secretaria de Segurança de São Paulo.

PMSP

“A subprefeitura Santo Amaro informa que o Largo 13 de Maio e o calçadão da Capitão Thiago Luz recebem varrição ao menos seis vezes ao dia, de segunda a sábado. As tampas de bueiros são quebradas devido ao tráfego de veículos pesados ou então são furtadas; em ambos os casos, a troca é feita rotineiramente. A subprefeitura vai elaborar projeto para reforma dos passeios do Largo 13 de Maio e adjacências. Em relação à fiscalização do comércio de rua, o setor de apoio da Subprefeitura Santo Amaro conta com uma equipe para acompanhar o trabalho de apreensão do comércio irregular por parte da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e também da Polícia Militar (PM), por meio do convênio Operação Delegada. Em ação fiscalizatória da última terça-feira (29), que contou com a presença da Polícia Militar, foram apreendidos e destruídos 1400 pacotes de cigarros. Esclarecemos ainda que, para coibir o uso de aparelhos sonoros por artistas de rua e comerciantes que anunciam liquidações, há ações regulares de fiscalização.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ-SP) esclarece que é um órgão de saúde pública e não de proteção animal. Efetua remoção de cães e gatos soltos em vias e logradouros públicos conforme determinação do art. 7º da Lei Municipal 15.023/09, ou seja, em casos de agressão comprovada com laudo médico da vítima, invasão a instituições públicas ou locais em situação de risco, bem como, nos casos de animais com doença incurável ou suspeita de transmissão de zoonoses de importância em saúde pública. Abandono é crime previsto na Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98, de competência dos órgãos de segurança pública”.

SSP

“A Polícia Civil informa que realizou, apenas no mês de novembro, cinco flagrantes por conta de contrabando ou descaminho no Largo 13. De janeiro a outubro desse ano, o trabalho conjunto das polícias civil e militar, resultou em 687 prisões em flagrante e 33 armas de fogo apreendidas recuperados na região mencionada pela reportagem”.

Ouça aqui a reportagem: