Alugar um imóvel para temporada requer cuidados
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alugar um imóvel para temporada requer cuidados

Marcel Naves

13 Dezembro 2016 | 20h32

O aluguel de casas para temporada requer cuidados  básico , como por exemplo, a exigência de um contrato.

O aluguel de casas para temporada requer cuidados básico , como por exemplo, a exigência de um contrato.

Nesta época de festas, alugar uma casa, sítio ou apartamento na praia apenas para descansar pode ser um bom negócio, mas também uma um problema. Anúncios equivocados, locação simultânea para pessoas diferentes e até aluguel de imóveis que não existem constam entre as principais reclamações.

Os cuidados para evitar estes tipos de problemas são simples, começando pela documentação. Registrar a negociação por meio de um contrato ou até e-mail é sempre indicado. Pesquisar é muito importante, não apenas para encontrar o local desejado mas para verificar o que foi oferecido.

A advogada do IDEC, Instituto de Defesa do Consumidor, Claudia Almeida alerta que mediante alguns cuidados básicos é possível realizar um bom negócio. “Pesquisar e documentar a transação é fundamental, mas vale lembrar que só transações feitas através de uma empresa possuem o respaldo da lei de defesa do consumidor”, afirma.

Segundo pesquisa do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis, às diárias mais em conta estão no litoral paulista. Em média o valor cobrado nesta região é de aproximadamente R$ 150 reais. Mas são muitos os fatores a serem levados em conta, como detalha o presidente do CRECI, José Augusto Viana Neto. “Tudo é levado em conta desde a badalação da região até as condições do imóvel escolhido”, ressalta.

No litoral norte, em cidades como Ubatuba, Ilhabela e Caraguatatuba o aluguel diário de cinco, dos seis tipos de imóveis oferecidos pelas imobiliárias pesquisadas pelo CRECI, está mais caro este ano do que na temporada passada.