Permissionários reclamam dos constantes alagamentos na Ceagesp
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Permissionários reclamam dos constantes alagamentos na Ceagesp

Marcel Naves

12 Dezembro 2016 | 22h27

 

Trabalhador tenta desentupir ralo em um dos principais acessos da CEAGESP.

Após chuva, trabalhador tenta desentupir ralo de um  dos principais acessos da CEAGESP.

Há 50 anos a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo registra praticamente os mesmos problemas. Entre eles os constantes alagamentos que ocorrem tanto na Avenida Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina,  zona oeste de São Paulo, quanto nas alamedas internas.

O transtorno provocado pelas sucessivas enchentes atinge tanto consumidores quanto lojistas. Felipe da Silva Alves tem um BOX de frutas, e afirma que a situação só tem piorado. “Toda vez que chove é a mesma coisa, e com o lixo que é jogado por aqui a situação só tem piorado”, afirma.

A administração da central de entrepostos informa que sempre adota medidas, principalmente após as chuvas. Entre as ações constam a limpeza dos bueiros, coleta do lixo e a manutenção preventiva da rede de esgoto. O engenheiro Mauro Del Grande, do departamento de engenharia alega que a principal dificuldade está no Rio Pinheiros. “Quando o Rio enche não tem jeito, não há obra que resolva”, ressalta.

O trânsito na região também é motivo de transtorno. Moradores do entorno entrarão recentemente com uma ação junto ao Ministério Público, no intuito de acabar com o barulho produzido pelos caminhões. Atualmente após uma parceira com a CET, Além de campanhas de conscientização e parceira com a CET. Os motoristas que buzinam desnecessariamente são multados.

A direção do entreposto também negou que a mudança de endereço do entreposto esteja definida. De acordo com a Assessoria de Imprensa o assunto ainda está em analise.