J.B. Neto/AE
J.B. Neto/AE

Vítima de sequestro foge de cativeiro e avisa PM em SP

Suspeito foi preso em barraco no Jaçanã, zona norte da cidade, com um facão; vítima teve ferimentos leves

Daniela do Canto, Central de Notícias

26 Novembro 2009 | 07h19

Vítima de um sequestro, um gerente de produção conseguiu fugir na tarde de ontem do cativeiro onde era mantido refém, em uma favela na região do Jaçanã, zona norte de São Paulo, e avisar a polícia sobre o crime. Policiais militares prenderam um suspeito, que não portava documentos e foi identificado apenas como Antônio. Com ele, foi apreendido um facão.

O gerente de produção foi sequestrado por quatro homens - um deles conhecido da vítima - na noite do dia anterior. Ele havia marcado um encontro com uma amiga em um shopping de Guarulhos, na Grande capital paulista. Ao chegar, encontrou o colega acompanhado por três homens. Ao parar para conversar com o conhecido, acabou sequestrado. Ele não quis revelar o nome do conhecido envolvido no crime.

A vítima, de 24 anos, foi levada dentro do próprio carro para a Favela da Torre e mantido dentro de um barraco. Os bandidos roubaram R$ 70 e o veículo. Na porta do barraco, havia a inscrição 15.3.3, que faz referência ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Durante o tempo em que ficou em cativeiro, ele foi agredido com um soco no rosto.

Na tarde de ontem, ele pulou uma janela e conseguiu fugir. Descalço, correu até a base da 2ª Companhia do 15º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Guarulhos, distante menos um quilômetro do local e pediu socorro. A Polícia Militar (PM) foi até o local indicado e prendeu um suspeito, que foi encaminhado ao 73º Distrito Policial (Jaçanã), onde o caso foi registrado. O gerente de produção foi levado a um hospital da região, recebeu curativos nos pés e no supercílio e foi liberado em seguida.

Mais conteúdo sobre:
crime sequestro PM SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.