Divulgação/Nayara Lucide - 09/12/2009
Divulgação/Nayara Lucide - 09/12/2009

Virada Cultural de SP espera reunir 4 milhões

Música, cinema, dança, exposições e outras atividades dividirão espaço em 150 polos espalhados pela cidade, nos dias 15 e 16 de maio; entre destaques, Living Colour, Titãs e Pitty

Gabriel Pinheiro, do estadão.com.br

27 Abril 2010 | 15h31

SÃO PAULO - Foi divulgada nesta terça-feira, 27, a programação oficial da Virada Cultural de São Paulo, que acontece nos dias 15 e 16 de maio. Música, cinema, dança, exposições e outras atividades dividirão espaço em 150 polos culturais espalhados pela cidade. A expectativa da Secretaria da Cultura é reunir 4 milhões de pessoas, mesma marca registrada na edição 2009.  

 

Veja também:

linkProgramação completa da Virada no site oficial

 

O show de abertura ficará por conta dos cubanos Barbarito Torres e Ignácio Mazacotte, do Buena Vista Social Club, no palco da Praça Julio Prestes, às 18h. As bandas de Janis Joplin e Frank Zappa reforçam o time das atrações internacionais, junto com Booker T., Living Colour e ABBA - The Show.

 

A música nacional também estará bem representada. Zélia Duncan, Jair Rodrigues, Elza Soares, Pitty, Titãs e Pequeno Cidadão são alguns dos nomes que se apresentarão nos palcos São João e República.

 

Na rede SESC, Orquestra Imperial, Arnaldo Antunes e Móveis Coloniais de Acaju prometem agitar a edição deste ano. Para quem prefere música clássica, o palco Orquestra Praça da Luz juntará músicos da OESP com artistas da São Paulo Companhia de Dança. O reggae também estreia na edição deste ano, com a Tribo de Jah e nomes jamaicanos no Palco Barão de Limeira.

 

 

O cinema terá espaço com sessões e mostras no Cine Olido, Dom José, Arouche e SESC. O destaque fica para a retrospectiva da 34.ª Mostra Internacional de Cinema, com exibições de EUA x John Lennon, Horas de Verão e Tulpan, entre outros.

 

Neste ano, a Prefeitura pretende aumentar a distância entre os palcos para melhorar a circulação. Cerca de mil banheiros químicos serão instalados, além de 80 postes de sinalização em locais estratégicos. Duas mil pessoas trabalharão na produção do evento.

 

Homens da Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana e 700 seguranças particulares serão deslocados para a Virada. As dez melhores barracas de pastel da cidade, escolhidas em concurso realizado no ano passado na Praça Charles Muller, estarão espalhadas ao redor dos palcos principais.

 

Homenagem a Adoniran

 

Para comemorar o centenário de Adoniran Barbosa, entre às 23h de sábado e 11h de domingo o público poderá relembrar o repertório do lendário sambista em um dos dez vagões dos trens da CPTM que farão o percurso Luz-Brás.

Mais conteúdo sobre:
Virada Cultural

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.