'Vilada Cultural' celebra os 80 anos da Vila Itororó

Estão previstos espetáculos de música, dança e teatro, além de oficinas culturais a partir das 13h

Carolina Spillari, do estadão.com.br

25 Setembro 2009 | 03h54

Para comemorar os 80 anos da Vila Itororó, o antigo casarão que é um dos principais marcos arquitetônicos de São Paulo, transformado em um conjunto de moradias, no coração do bairro do Bexiga, as companhias de teatro Em(pulso) Coletivo e Mapa Xilográfico promovem a 1ª Vilada Cultural, neste sábado, 26. O nome dado ao evento faz uma paródia com a Virada Cultural, promovida pela Prefeitura, com atrações durante 24 horas ininterruptas. "A ideia é fazer quase isso", convida a atriz Marília Amorim, do Em(pulso), para a festa, que vai se estender até a noite.

 

 

 

Vila Itororó na atualidade. Foto: Divulgação

 

 

 

Veja também:

linkUma solução para a Vila Itororó

linkAfirmação dos direitos na Vila Itororó

linkNas vilas operárias, o pior do descaso

 

 

 

O começo da Vilada - que conta com o apoio da Associação dos Moradores e Amigos da Vila Itororó (Amavila) - está marcado para as 13h, com o plantio de árvores. Estão previstos espetáculos de música, dança e teatro, além de oficinas culturais (consulte programação abaixo).

 

O aglomerado de casas da vila - construído entre 1922 e 1929 e que atualmente abriga 80 famílias - acabou se tornando um verdadeiro centro de cultura popular. "Não passamos um fim de semana sem ter uma gravação de tevê, intervenção de teatro, roda de samba, capoeira ou feijoada", anima-se a presidente da Amavila, Antonia Candido. "Os grupos de teatro Vertigem, Bixigão, Oficina e Taiguara estão sempre por lá."

 

Nesse universo, a intensa atividade artística da região e a dinâmica da Vila Itororó já fazem do local polo cultural. "A Vila é residência para muitos artistas da região e damos apoio para que continue dessa forma", observa a urbanista e professora da FAU-USP Raquel Rolnik, que defende o desenvolvimento da cultura no local como é feito hoje. Para ela, a intervenção que precisa ser feita ali é o restauro, apenas.

Influenciados, os moradores já desenvolvem sua própria arte. Alguns deles integram o Coral da Igreja do Carmo. Outros fazem pintura em tecido e artesanato. E todas as técnicas poderão ser apreciadas durante a Vilada.

 

A Vila Itororó corta o quadrilátero das Ruas Martiniano de Carvalho, Monsenhor Passalaqua, Maestro Cardim e Pedroso. A entrada fica na Rua Martiniano.

 

 

 

Ilustração de como era o prédio no princípio 

 

O futuro

 

Sem saber que projeto está sendo pensado exatamente pela Prefeitura para a Vila, Antonia Candido, moradora há 28 anos do local, propôs, a partir de abaixoassinado, uma audiência pública na Câmara Municipal, pois diz só ouvir, até o momento, especulações: "Queremos saber quais são as intenções do poder público para os moradores." Segundo Raquel Rolnik, não haveria necessidade de os moradores se mudarem do local, uma vez que as atividades culturais já são desenvolvidas no cotidiano da Vila. O que seria interessante, do ponto de vista urbanístico e arquitetônico, seria a construção de um anexo voltado para a arte e o lazer, incentiva a urbanista. Em Paranapiacaba, há um exemplo de convivência harmônica entre os moradores e a arte lá desenvolvida, exemplifica a atriz Marília Amorim. "Aqui, na Itororó, podemos fazer o mesmo", reforça.

 

 

Programação da 'Vilada Cultural'*

 

 

13h - Abertura da Vilada e plantio de árvores com o grupo Mapa Xilográfico e Trovadores Urbanos

15h - Trupe do Trapo com o espetáculo A Máscara da Liberdade

16h - Ponto de Cultura Bixigão - Espetáculo Surubim

18h - Ensaio aberto de espetáculo em construção com atores em residência no grupo Teatro da Vertigem

18h30 - Projeção do filme Tereza

19h - Show Musical com 1/2 dúzia de 3 ou 4

20h - Projeção do filme Flores em vida

20h30 - Performances com o grupo Parabelo

21h - Capoeira e roda de Samba com Casa do mestre Ananias, Quilombolas de Luz e Zungu Capoeirado

Ao Fim da roda de samba - Show Musical com o sanfoneiro Thadeu Romano

 

A partir das 22h - Festa de 80 anos da Vila Itororó

 

 

* versão atualizada sábado, 26, às 5h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.