Assine o Estadão
assine

São Paulo

São Paulo

Vigilância fecha clínica e resgata 100 gatos famintos em Tatuí

De acordo com a prefeitura, desde 2013 o espaço não tinha alvará e outros documentos necessários para o funcionamento

0

José Maria Tomazela,
O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2016 | 22h58

SOROCABA - Pelo menos 100 gatos estavam sem água e comida numa clínica veterinária, em Tatuí, interior de São Paulo. A Vigilância Sanitária resgatou os animais, no fim da tarde de terça-feira, 19 e interditou as internações. Cinco cães  foram encontrados no local, segundo relatório da Guarda Municipal, que acompanhou a interdição. De acordo com a prefeitura, desde 2013 a clínica não tinha alvará e outros documentos necessários para o funcionamento.

A Guarda relatou que os animais apresentavam sinais de fraqueza e desnutrição. Alguns gatos estavam muito magros e tinham dificuldade até para se levantar. A Vigilância foi ao local após denúncias de vizinhos que reclamavam do mau cheiro. Vários animais estavam presos em gaiolas metálicas, com pouco espaço e sem alimentação.

Ainda segundo a Vigilância, a clínica funcionava principalmente à noite. Um cartaz afixado na parede da clínica informava que o atendimento após as 22 horas custava R$ 100. No local, foram encontrados frascos de medicamentos e vacinas para animais com prazo de validade vencido.

Ouvida pela Polícia Civil, a veterinária Mara Rubia Fornazari disse que ela fazia um trabalho voluntário de acolhimento a animais encontrados na rua. Muitos foram levados à clínica já em condições físicas muito graves. Ela reclamou da falta de apoio para levar adiante o atendimento.

A veterinária, que já foi coordenadora de zoonoses da prefeitura local, foi autuada pela Vigilância por manter a clínica em condições irregulares e vai responder pela denúncia de maus tratos a animais. A conduta também vai ser objeto de avaliação pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária. Os cães foram levados para o canil municipal. Já os gatos foram removidos para a Associação Protetora dos Animais de Tatuí que vai encaminhá-los para a casa de cuidadores voluntários.

Comentários