1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Vigilância fecha clínica e resgata 100 gatos famintos em Tatuí

- Atualizado: 21 Janeiro 2016 | 08h 36

De acordo com a prefeitura, desde 2013 o espaço não tinha alvará e outros documentos necessários para o funcionamento

SOROCABA - Pelo menos 100 gatos estavam sem água e comida numa clínica veterinária, em Tatuí, interior de São Paulo. A Vigilância Sanitária resgatou os animais, no fim da tarde de terça-feira, 19 e interditou as internações. Cinco cães  foram encontrados no local, segundo relatório da Guarda Municipal, que acompanhou a interdição. De acordo com a prefeitura, desde 2013 a clínica não tinha alvará e outros documentos necessários para o funcionamento.

A Guarda relatou que os animais apresentavam sinais de fraqueza e desnutrição. Alguns gatos estavam muito magros e tinham dificuldade até para se levantar. A Vigilância foi ao local após denúncias de vizinhos que reclamavam do mau cheiro. Vários animais estavam presos em gaiolas metálicas, com pouco espaço e sem alimentação.

A Guarda relatou que os gatos apresentavam sinais de fraqueza e desnutrição

A Guarda relatou que os gatos apresentavam sinais de fraqueza e desnutrição

Ainda segundo a Vigilância, a clínica funcionava principalmente à noite. Um cartaz afixado na parede da clínica informava que o atendimento após as 22 horas custava R$ 100. No local, foram encontrados frascos de medicamentos e vacinas para animais com prazo de validade vencido.

Ouvida pela Polícia Civil, a veterinária Mara Rubia Fornazari disse que ela fazia um trabalho voluntário de acolhimento a animais encontrados na rua. Muitos foram levados à clínica já em condições físicas muito graves. Ela reclamou da falta de apoio para levar adiante o atendimento.

A veterinária, que já foi coordenadora de zoonoses da prefeitura local, foi autuada pela Vigilância por manter a clínica em condições irregulares e vai responder pela denúncia de maus tratos a animais. A conduta também vai ser objeto de avaliação pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária. Os cães foram levados para o canil municipal. Já os gatos foram removidos para a Associação Protetora dos Animais de Tatuí que vai encaminhá-los para a casa de cuidadores voluntários.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em São PauloX