Edvaldo Costa/Facebook
Edvaldo Costa/Facebook

Vice-prefeito de Cristais Paulista morre em acidente de carro

Edvaldo Costa (SD) perdeu o controle da direção, e seu veículo capotou na Rodovia Cândido Portinari, em Franca

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2018 | 19h37

SOROCABA - Um acidente de carro causou a morte do político Edvaldo Costa (SD), vice-prefeito de Cristais Paulista, na tarde desta sexta-feira, 5, na Rodovia Cândido Portinari (SP-334), em Franca, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, ele viajava sozinho em seu automóvel quando perdeu o controle da direção e o carro capotou várias vezes, na altura do km 390, sentido Batatais. 

+++ Acidente na Rodovia Anhanguera deixa um morto e 9 feridos 

O veículo atingiu a mureta que separa as pistas e continuou tombando até parar na defensa metálica do acostamento. Chovia, e a pista estava molhada na hora do acidente. Equipes da concessionária da rodovia prestaram os primeiros socorros e acionaram o Corpo de Bombeiros. Costa chegou a ser socorrido pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

+++ Acidente entre ônibus e carreta deixa 29 feridos na Régis Bittencourt

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Franca e será velado no Clube do Trabalhador, em Cristais Paulista. Casado e pai de dois filhos, o vice-prefeito tinha 55 anos e iniciou a carreira política como vereador pelo PSDB, entre 2009 e 2012. Ele também trabalhou como assessor parlamentar do ex-prefeito de Franca, Alexandre Ferreira (PSDB). 

+++ Colisão entre ônibus deixa ao menos 10 feridos em Carapicuíba

Atualmente, Costa exercia também a função de coordenador regional do Solidariedade e trabalhava na formação de diretórios municipais do partido. Ele viajava para uma reunião política em Batatais quando sofreu o acidente. A prefeita de Cristais Paulista, Katiuscia Leonardo Mendes (PSD), manifestou pesar à família de Costa e decretou luto oficial de três dias. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.