MÁRIO ÂNGELO/SIGMAPRESS
MÁRIO ÂNGELO/SIGMAPRESS

Viaduto Santo Amaro é liberado para veículos

Passagem para pedestres não está acessível; previsão inicial era entregar o viaduto entre junho e agosto

O Estado de S.Paulo

06 Setembro 2016 | 09h40

SÃO PAULO - As obras no Viaduto Santo Amaro, na zona sul da capital paulista, foram parcialmente concluídas neste terça-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), estão liberadas três três faixas em cada lado da via, uma para ônibus e duas para carros. A via de pedestres, diferentemente do que havia sido previsto, não foi concluída e os gradis ainda não foram colocados, segundo a companhia. 

A previsão inicial era entregar o viaduto entre junho e agosto. A via foi interditada no dia 13 de fevereiro, após incêndio causado por um acidente entre dois caminhões. Dias após o acidente que danificou a estrutura do viaduto, o prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou que eram “muito remotas” as chances de recuperação. Segundo Haddad, o fogo atingiu a marca de 1.000° C e especialistas previam o comprometimento definitivo da estrutura de concreto, o que poderia levar à demolição.

A circulação de automóveis foi interrompida e o viaduto permaneceu fechado para o tráfego até 25 de fevereiro. Na ocasião, a Companhia de Engenharia do Tráfego (CET) liberou duas faixas, uma em cada sentido, para a circulação de ônibus. Dias depois, os táxis também tiveram permissão para trafegar.

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) afirmou que as calçadas, que agora estão nas duas laterais do viaduto, estão concretadas e em "fase final" de instalação dos gradis. Informou ainda que está em instalação a iluminação, que dependia da finalização da cocnretagem das calçadas e instalação dos gradis. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.