Vendedora é atacada e esfaqueada ao voltar de escola no centro de SP

Criminoso foi cercado por testemunhas e dominado até a chegada da polícia

Bruno Lupion, do estadão.com.br

20 Abril 2010 | 06h31

Uma vendedora de 30 anos foi agredida e esfaqueada por volta da meia-noite de segunda-feira, 19, na Aclimação, centro de São Paulo, enquanto voltava da escola. Ela havia descido do ônibus e caminhava para casa quando foi dominada por um homem de 44 anos, armado com uma faca, que supostamente desejava estuprá-la. A vendedora, porém, teria tentado escapar após populares perceberem a ação e foi atacada.

 

Evaristo Rodrigues Vieira esfaqueou a mulher no peito, no seio esquerdo e a golpeou no rosto, quebrando seu nariz. Em seguida, fugiu com sua bolsa. Testemunhas viram o crime, na esquina da Avenida Lins de Vasconcelos com a Rua Robertson, e perseguiram Vieira. Ele foi cercado alguns quarteirões adiante e dominado, até a chegada de uma viatura da Polícia Militar.

 

A vítima, mãe de um garoto de 14 anos, está internada em estado grave, mas estável, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Cruz Azul.

 

Segundo a polícia, Vieira já havia sido preso por tentativa de estupro e colocado em liberdade em março de 2009. "Ele não largou a faca um instante durante a fuga e tentou invadir uma casa, sem sucesso. Conseguimos cercá-lo em um beco, após ele cair de um muro", disse Nilmarcos Miranda da Silva, camelô, uma das testemunhas.

 

Após ser esfaqueada, a mulher pediu auxílio ao motoboy Douglas Feitosa de Sousa, que passava pela Avenida Lins de Vasconcelos. Ele parou um micro-ônibus de linha e pediu que a mulher fosse levada para o hospital. Em seguida, foi atrás de Vieira.

 

O criminoso foi indiciado por tentativa de estupro, tentativa de homicídio e roubo, e está preso no 5º DP (Aclimação).

Mais conteúdo sobre:
São Paulo assalto Aclimação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.