Veja o que abre e o que fecha em SP no Dia do Trabalho

Transporte público irá operar com metade da frota; postos do Poupatempo não irão funcionar

Priscila Trindade, da Central de Notícias

30 Abril 2010 | 19h27

SÃO PAULO - Neste sábado, 1º de maio, feriado do Dia do Trabalho, serviços públicos e particulares terão esquema especial de funcionamento. O transporte público, por exemplo, terá frota menor, já que a São Paulo Transporte (SPTrans) vai operar com 50% da frota na cidade.

 

Os Postos Poupatempo Fixos e Móveis que atendem na capital, Grande São Paulo e interior, assim como o Disque Poupatempo, não funcionarão.

 

A seguir, o esquema de funcionamento das repartições e serviços públicos municipais:

 

ABASTECIMENTO - Não abrirão os mercados Kinjo Yamato, Lapa, Paulistano, Pinheiros e São Miguel. Os mercados Central Leste, Penha, Guaianases, Ipiranga, Tucuruvi, Sapopemba, Vila Formosa e Teotônio Vilela abrirão até as 13h e os mercados de Pirituba e Santo Amaro até às 14h. Todos os sacolões atenderão normalmente, com exceção do Sacolão de Cidade Tiradentes, que funcionará das 8h às 14h. As feiras livres funcionarão nos locais e horários habituais.

 

ASSISTÊNCIA SOCIAL - Os serviços de emergência e acolhida funcionam 24 horas, ininterruptamente: Abrigos; Casas de Acolhida, Central de Atendimento Permanente e de Emergência, Centros de Referência da Criança e do Adolescente e Centros de Acolhida.

 

Permanecerão fechados o Centro de Referência de Cidadania do Idoso, Loja Social, Centro da Juventude, Restaurante-Escola, Centro para a Criança e Adolescente, Centro de Referência de Assistência Social, Coordenadoria de Assistência Social e Conselho Municipal de Assistência Social.

 

CULTURA - Todas as bibliotecas municipais permanecerão fechadas.

 

Estarão em funcionamento os teatros Artur Azevedo, Cacilda Becker, João Caetano e Paulo Eiró; Casa do Tatuapé, Sítio da Ressaca, Sítio Morrinhos, Capela do Morumbi, Casa do Bandeirante, Casa do Grito, Casa Modernista, Monumento à Independência (Capela Imperial), Museu do Teatro Municipal, Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (biblioteca e internet livre, das 10h às 19h; show no anfiteatro, às 19h30; e cinetério, sessão de cinema, às 22h, no telão localizado na praça do Cemitério de Vila Nova Cachoeirinha); Galeria Olido (teatro vocacional, das 10h às 13h; exposição Família Ferrez, das 13h às 20h; sessões de cinema às 15h, 17h e 19h30 e aula de dança de salão, das 17h às 20h) e a Divisão do Arquivo Histórico.

 

EDUCAÇÃO - As creches e escolas municipais não funcionarão e os CEUs terão atividades culturais e esportivas nos horários habituais.

 

ESPORTES - Os Clubes Escola funcionarão normalmente, com atividades esportivas e de recreação, nos horários habituais.

 

SAÚDE - Os hospitais, prontos-socorros e os serviços de Assistência Médica Ambulatorial (AMAs) 24 horas funcionarão ininterruptamente. As AMAs abrirão das 7h às 19h. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs), AMAs Especialidades e Ambulatórios de Especialidades voltarão a funcionar na segunda-feira, 3.

 

CORREIOS - Todas os pontos estarão fechados, com exceção da agência do Aeroporto Internacional de Guarulhos, que funciona das 7h30 às 22h30.

 

SUBPREFEITURAS - As Praças de Atendimento não funcionarão.

 

TRABALHO - Os Centros de Apoio ao Trabalho não funcionarão.

 

VERDE E MEIO AMBIENTE - Todos os parques municipais abrirão nos horários habituais.

Mais conteúdo sobre:
Dia do Trabalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.