Vazamento de amônia intoxica trabalhadores em Cubatão

Mais de 70 pessoas que teriam inalado a substância foram atendidas no Pronto-Socorro central da cidade

Zuleide de Barros, Especial para O Estado

23 Janeiro 2015 | 11h57

CUBATÃO - Cerca de 70 trabalhadores ficaram intoxicados em consequência de um vazamento de amônia no Polo Industrial de Cubatão. O alerta foi do provável vazamento de um gás tóxico ocorreu por volta das 10 horas desta sexta-feira, 23, quando centenas de funcionários de uma indústria tiveram de ser evacuados às pressas do local. De acordo com a prefeitura de Cubatão, mais de 70 pessoas que teriam inalado a substância foram atendidas no Pronto-Socorro central da cidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros, que foi chamado para atender a ocorrência, a substância inalada é compatível com o gás de amônia, que é altamente tóxico. A Secretaria de Saúde de Cubatão não informou, por enquanto,  o estado de saúde das pessoas atendidas em suas unidades de emergência. 

Mais conteúdo sobre:
Baixada Santosta São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.