Um morre e quatro ficam feridos em ataque em Osasco

Dupla encapuzada atirou contra o grupo e fugiu; há 11 dias, série de crimes de madrugada deixou oito mortos na mesma cidade

JOSÉ GABRIEL NAVARRO, JORNAL DA TARDE, O Estado de S.Paulo

23 Julho 2012 | 03h03

Cinco pessoas, entre elas uma adolescente de 15 anos, foram baleadas por dois homens encapuzados na tarde de anteontem no bairro de São Pedro, em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo. Um homem morreu. A dupla estava em um Golf preto e fugiu após atirar nas vítimas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Fábio Roberto Marcelino, de 33 anos, levou um tiro na barriga. Ele foi levado ao Hospital Municipal Central de Osasco, passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Sobreviveram um autônomo, um vendedor e um jardineiro, além da estudante. Todos foram encaminhados a hospitais da região.

O crime aconteceu por volta das 16h40, na Rua Elza Andrade Neves Neufeld. Uma testemunha ouvida estava em casa quando escutou os disparos. A pessoa saiu para a rua para ver o que havia acontecido e encontrou uma das vítimas caída.

No chão de uma praça perto do local da ocorrência foram coletados dois estojos de munição com balas de calibre de 45 e 9 milímetros. Até o início da noite de ontem, ninguém havia sido preso. O caso foi registrado no 1.º DP de Osasco.

Execuções. O local do crime fica a cerca de 6 quilômetros de onde, há 11 dias, oito pessoas foram executadas em seis ataques diferentes em menos de três horas na cidade.

Os casos aconteceram entre 1h27 e 4h20 em quatro bairros vizinhos da cidade: os Jardins Mutinga, Canaã, Munhoz Júnior e Rochdale. Segundo testemunhas, os crimes foram cometidos por homens em um carro (Palio ou Corsa) e uma moto esportiva de alta cilindrada. A maioria das vítimas não tinha passagem policial por crimes graves.

Para a polícia, a hipótese de que tenha sido um acerto de contas ou uma briga de quadrilha não está descartada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.