Trio é detido por assalto na Vila Madalena

A Polícia Civil prendeu ontem três integrantes de uma quadrilha de assaltantes que atuava em duas regiões da capital paulista. Nos roubos, o grupo jogava álcool nas vítimas e ameaçava incendiá-las para conseguir mais dinheiro. Os bandidos confessaram ter roubado uma casa no bairro do Socorro, na zona sul, e uma construtora na Vila Madalena (zona oeste), além de ter feito três sequestros relâmpagos.

Felipe Grandin, O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2010 | 00h00

Os policiais chegaram ao bando por meio de um mapa desenhado que um dos integrantes da quadrilha deixou cair durante o assalto a um prédio na Rua Fradique Coutinho. Os investigadores compararam a caligrafia com a dos funcionários de uma galeria de arte e de uma construtora que funcionam no local e haviam sido roubadas. A caligrafia era similar à de um dos estagiários da construtora, Douglas Barbosa, de 19 anos. Ele foi abordado na empresa e, levado para a delegacia, confessou ter participado do crime e de outro roubo, no mesmo dia, no Socorro. Ele ainda indicou os comparsas: dois foram presos e dois estão foragidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.