Trem da CPTM com 400 descarrila na zona leste

Acidente ocorreu às 15h30 na Linha 11-Coral; empresa não sabe informar a causa

Renato Machado, O Estado de S.Paulo

08 Abril 2010 | 00h00

Um trem descarrilou na tarde de ontem perto da estação desativada do Patriarca, na zona leste de São Paulo. O acidente ocorreu volta das 15h30, quando a composição da Linha 11-Coral (Luz-Estudantes) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) transportava cerca de 400 pessoas. Segundo a empresa, nenhum usuário ficou ferido.

A composição seguia no sentido centro de São Paulo, quando as rodas de um vagão se deslocaram, provocando o descarrilamento. Os demais vagões permaneceram nos trilhos. A CPTM não soube informar as causas do acidente, mas afirmou que vai apurar o caso.

Até a noite de ontem, o trem permanecia no local, com técnicos de segurança realizando os primeiros trabalhos de perícia e estudando como removê-lo.

Cerca de 400 pessoas estavam no trem na hora do descarrilamento ? que aconteceu em um horário de menos movimento. Para transportar os usuários no trecho afetado, a CPTM acionou a Operação Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência), por meio do Metrô, nas Estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera.

Escada. Todos os passageiros foram retirados e encaminhados a uma composição que parou ao lado. Uma escada foi usada para que os usuários passassem de um vagão para o outro.

Após o acidente, a circulação dos trens passou a ser feita em uma única via no trecho do descarrilamento. A situação provocou aumento no intervalo entre as composições e no tempo de espera dos passageiros nas estações. A CPTM afirmou que essa situação foi registrada somente na Linha 11-Coral, sem reflexos no restante do sistema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.